Manual do Mundo

Manual do Mundo é um site e um canal no Youtube, criado pelo jornalista Iberê Thenório, 29 anos, que além deste nome diferente, é um pouco cientista, um pouco maluco e um pouco artista. Iberê criou o vlog mais divertido e simpático do país. No Manual do Mundo, que parece ser dirigido a crianças, mas que diverte pessoas de todas as idades, você aprende a fazer um pouco de tudo, desde experiências científicas, manuais de sobrevivência e até mágica. Nas experiências de resultados catastróficos, Iberê sempre faz questão de dar uma explicação cientifica, que segundo ele, deve ser usado com os pais, para justificar a bagunça e escapar de umas palmadas.

Afinal, se sua bagunça tiver um cunho pedagógico, seus pais terão que te desculpar. A música simpática que acompanha os vídeos do Manual do Mundo, foi composta pelo próprio Iberê. Nitidamente você percebe que ele não é expert em nada do que ensina, mas faz com extrema dedicação e cuidado, o que certamente cria essa empatia automática. Não existe nenhuma possibilidade de você não gostar dos vídeos do Manual do Mundo. Em seu último vídeo, adivinha de quem Iberê falou?

Para outros vídeos, acesse seu canal do Youtube ou ainda o site oficial

1 Comments

  1. EU ACHO MUITO LEGAL EU LEVO NA BRINCADERRA MAS SAO TODAS FORTES E PERIGOSAS ESPERIENSIAS !!!!!!!!!!!

Nada melhor pra fazer? Então comenta...



  • Portfolio

  • Pense nisso…

  • Feicebuque

  • Play

  • Atualizado

  • About Eu

    Since 1982.
    Dos seus vinte e oito anos de vida, treze em frente ao computador, em departamentos de criação, o que lhe rendeu inúmeras conquistas, entre elas, três vértebras desgastadas, por exemplo.

    Começou a trabalhar aos treze anos com o objetivo de comprar uma lata da Legião Urbana, o que fez de fato, oito anos depois. Com um futuro promissor como ilustrador, trocou papéis, lápis e nanquim pelo mouse, com a intenção de ganhar mais dinheiro, ledo engano. Sonhava em ser líder de uma banda de rock, apesar de nunca ter aprendido um acorde no violão que ganhou do avô na 1ª comunhão. Por pura procrastinação não fez crisma e hoje nem frequenta igrejas.

    Deu o primeiro beijo somente aos 16 anos com a ajuda indispensável de seis copos de Cuba Libre, comprados de forma ilegal (a qual não vou explicar aqui).

    Acreditava na amizade entre homens e mulheres (bonitas), o que sem dúvida o impediu de pegar umas amigas 'interessantes', afinal não queria 'estragar a amizade'. Mesmo não sendo mais amigo de nenhuma delas hoje em dia.

    Teve o coração partido umas 10 vezes, no mínimo. É incapaz de fazer mal a qualquer pessoa (que não mereça). Discute por qualquer assunto e acredita que sempre tem a razão. Sempre, entendeu?

    Compra livros que nunca vai ler, baixa cds com capas interessantes, inclusive um de música típica russa. Ouve essas mesmas músicas em volume baixo por vergonha dos vizinhos, mesmo tendo um vizinho que ouve tecnobrega, foró e funk.

    Jura que quando canta está arrasando, apesar de que algumas gravações facilmente comprovem o contrário. Gosta de filmes sobre: paixões que não aconteceram, pessoas estranhas e e gente solitária.

    Quer conhecer o mundo, mas o mais perto de uma viagem internacional que ele chegou, foi trazendo umas muambas do Paraguai (fora da cota).

    É apaixonado por São Paulo. Gosta de pão com mortadela Ceratti do mercado municipal. Gosta de queijo Cedrense, de cidades grandes e detesta dormir cedo.

    Pode se tornar extremamente mal educado quando ofendido sem motivações aparentes. Possui todos os defeitos do mundo. É odiado por um monte de gente em sua profissão, que no fundo queriam ser seus amigos. Diz que precisa falar inglês por ser importante para a profissão, mas no fundo quer assistir Friends sem legenda. Ouve música no repeat, sempre acredita nas pessoas e só fica calado quando tem razão.

    Choco Leite e capilé fazem lembrar da infância o que faz sentir saudades do seu pai. Compra produtos por causa da embalagem e seu mais novo sonho de consumo é uma TV de LED 3D da LG.

    Seu nome real é Jefferson Gelezauskas, abreviou para Jeff Skas porque cansou de responder as perguntas:
    1. Como se pronuncia 'isso' (?!?)
    R. Se pronuncia como se lê.
    2. É polaco?
    R. Não, não é polaco.
    3. É Gelezauski?
    R. Não, não é polaco.
    4. Soletra pra mim?
    R. G-E-L-E-Z-A-U-S-K-A-S.
    5. Diferente né?
    R. Sim, é... 'diferente'.
    6. Que origem é isso?
    R. É lituano.
    7. Onde é a Lituânia?

    R. Põe no Google.
    7. Você é daqui?
    R. Daqui onde? Terra? Não.
    8. ETC...
    R. VTNC...

    Atualmente mora em Florianópolis, é Diretor de Arte da agência Free Multiagência, Diretor de Marketing da Associação Brasileira de Parapente e paralelamente mantém seu projeto da The Moon.

    Garante que o fracasso nunca subiu a sua cabeça.

  • Temas Recorrentes

  • Comentários

  • Categorias

  • Arquivos

  • RSS Gelo Negro

  • RSS Update or Die

  • Meta

  • Atualize-se

    Atualize seu Navegador

  • Acessos

    Contagem Zerada!
    maio/09 a março/10
    144.447 acessos